Uma mão lava a outra

Lavar as mãos com cuidado não serve apenas para retirar a sujeira, mas também a oleosidade, suor, poeira, pelos, células mortas e principalmente os fungos, germes e bactérias.

Essa atitude deveria ser um hábito na vida de cada um, no entanto reparo o contrário simplesmente porque as pessoas não acreditam nas bactérias ou não acreditam que suas próprias mãos podem ser o veículo perfeito para que esses seres microscópios possam fazer mal a alguém.

Saibam que lavar a mão não é um simples ato de esfregar uma mão na outra. Parece banal, mas observo esse comportamento em todos os cursos direcionados à manipuladores de alimentos na qual aplico nos restaurantes. Quando tampamos a visão e colorimos a mão com guache, o manipulador deve lavar as mãos sem olhar e o resultado é sempre o mesmo: tinta nas dobrinhas, no dedão, no punho, etc….quando o colega vê o resultado entende que definitivamente não sabia lavar corretamente as mãos. Daí entra o papel do nutricionista em ensinar a técnica correta. Lavar bem as mãos é uma atitude que pode salvar vidas.

A eficácia da higienização das mãos depende da duração e técnica empregada. Segundo a UNICEF e a OMS, é possível reduzir em até 40% a incidência de infecções com o simples ato de lavar as mãos.

Observe o passo a passo da imagem a seguir:

lavar jpegLave suas mãos sempre que:

  • Chegar da rua
  • Imediatamente após usar o banheiro
  • Quando assoar o nariz, principalmente quando estiver resfriado
  • Quando mexer com dinheiro ou lixo
  • Antes e após a administração de medicamentos
  • Antes de preparar alimentos
  • Antes de comer
  • Sempre que sentir sujidade nas mãos.