Restringir consumo de açúcar

açucarExagerar no açúcar pode desencadear compulsão. Quem depende de açúcar talvez nem perceba que se trata de um vício e sofrem, assim como as pessoas que dependem do álcool e drogas. É isso mesmo!

Saiba o porquê.

O açúcar é metabolizado em nosso organismo na forma de pico de glicose que consequentemente é seguido por uma baixa devido a produção de insulina. O pico de glicose causa uma sensação de prazer (reação química que prioriza a entrada de triptofano no cérebro que é matéria prima para a fabricação de serotonina). Durante a baixa a insulina entra em ação e “carrega” a glicose para dentro das células.  Nessa baixa, sentimos falta de disposição e passamos a desejar mais açúcar para compensar a sensação. É automático.

Bem estar fácil vicia.

Além da reação química, também nos deparamos com anos de situações que nos condicionam a lembranças de bem estar associados ao açúcar tais como: um doce como sobremesa, quem se comporta ganha um sorvete, tomar um café com bolo quando as visitas chegam, criança feliz tem açúcar no nariz… etc

A sensação de calma e bem estar após o consumo de açúcar é tão passageiro que cria um ciclo vicioso, levando o indivíduo a uma falsa felicidade.

pao

O certo é investir nos carboidratos complexos presentes naturalmente nos alimentos (amidos, celulose como arroz integral, cereais, pães integrais, batata doce, massas com fibras, etc) ocasionando aumento pequeno e gradual da glicemia, que garantem maior saciedade e não geram picos no índice glicêmico. Você se sente no controle da saúde e da balança.

por Nutricionista Cristiani Sabbatini Postado em Notícias

Benefícios nutricionais dos queijos

A composição nutricional dos queijos depende, em grande parte, do leite e da tecnologia utilizados. No entanto, a maioria dos queijos destaca-se pelo teor relevante de proteínas, de minerais e oligoelementos (principalmente cálcio, zinco, potássio) e de vitaminas (principalmente A,B2,B9,B12,D).queijos

Os principais nutrientes dos queijos são:

Proteínas

O teor de aminoácidos essenciais das proteínas dos queijos lhes confere um alto valor biológico e uma digestibilidade próxima a 95%. Em outras palavras, as proteínas dos queijos são absorvidas quase integralmente na altura do intestino e fornecem ao organismo os aminoácidos necessários ao seu desenvolvimento.

Cálcio

Os queijos são uma excelente fonte de cálcio. No entanto, a presença desse mineral varia em função do teor de umidade e da técnica de fabricação dos queijos. Os queijos frescos têm teores mais baixos, já os queijos de massa prensada cozida chegam a apresentar até mais de 1.200 mg de cálcio por 100 g de produto.queijo

Vitaminas

O teor de vitaminas lipossolúveis dos queijos (A, D e eventualmente E), depende do teor de lipídios. Já o teor de vitaminas hidrossolúveis (grupo B) varia consideravelmente dependendo do tipo de queijo. Na verdade o teor de vitaminas resulta de dois fatores antagônicos: a perda na fase de dessoragem e o enriquecimento durante o processo de maturação. A maioria dos queijos fornece quantidades consideráveis de ácido fólico (vitamina B9) e de retinol (vitamina A). Por outro lado são pobres em vitamina C.

Outros minerais e oligoelementos

Os queijos são também importante fonte de zinco (2 a 10 mg/100 g), de iodo e de selênio. Alguns fornecem quantidades não desprezíveis de potássio (entre 100 e 200 mg/100g). O teor de fósforo é, em geral, próximo do teor de cálcio, e a relação Ca/P (próxima a 1,3) é particularmente favorável ao aproveitamento do cálcio. A maioria dos queijos é pobre em magnésio (de 10 a 50 mg/100 g).

Lipídios

Os lipídios conferem aos queijos sua cremosidade e, alguns ácidos graxos livres formados durante a maturação, contribuem para a formação do aroma. Essas gorduras encontram-se sob a forma de emulsão, o que os torna particularmente fáceis de serem digeridos.

O papel dos lipídios dos queijos sobre a saúde é difícil de ser avaliado, pois existem poucos estudos epidemiológicos a respeito. Sabe-se que são compostos de uma mistura de ácidos graxos saturados, mas também mono e polinsaturados  O teor de ácidos graxos dos queijos depende fundamentalmente do leite utilizado e da região produtora.

Considerações

queijo brancoQueijos frescos e com pouca gordura são as melhores opções para quem optar por uma alimentação saudável e equilibrada. Quanto mais branco o queijo, menos gordura ele tem. Outro fator importante é a procedência dos queijos. Devemos verificar se os mesmos são produzidos em condições corretas de higiene. Uma maneira de identificar se os queijos frescos estão limpos é a quantidade de furos que ele tem em seu interior ou na fatia. Quanto mais lisa e brilhante for a fatia, mais limpo é o seu queijo. Isso acontece porque as bactérias produzem gazes e esses gases deixam um aspecto como furos no queijo. A porção recomendada de queijo fresco é uma fatia grossa (40g)

Fonte: Abiq

por Nutricionista Cristiani Sabbatini Postado em Notícias

DOENÇAS DE NOTIFICAÇÃO COMPULSÓRIA

Notificação compulsória é um registro que obriga e universaliza as notificações, visando o rápido controle de eventos que requerem pronta intervenção. Algumas doenças são listadas e denominadas Doenças de notificação compulsória (DNC) pois são consideradas agravo e eventos de importância para a saúde pública. Essa lista é elaborada pelo Ministério da saúde e atualizada periodicamente.

Os critérios para elaboração dessa lista são: magnitude, potencial de disseminação, transcendência, vulnerabilidade, disponibilidade de medidas de controle, compromisso internacional com programas de erradicação, etc

A lista nacional de DNC encontra-se disponível na Portaria GM/MS Nº 104, DE 25 DE JANEIRO DE 2011.

A notificação deve ser feita pelo profissional de saúde ou qualquer cidadão, para fins de adoção de medidas de controle das autoridades sanitárias, quando existe suspeita da doença, sem necessidade de aguardar sua confirmação. As ações preventivas e de controle são norteadas pelas notificações recebidas.

A notificação imediata no Estado de São Paulo deverá ser feita por um dos seguintes meios de comunicação:

• Telefone 0800-555466, com funcionamento em tempo integral;

• E-mail: notifica@saude.sp.gov.br;

• Formulários para notificações diversas, disponíveis no link   “Notificação ON-LINE” da página do CVE:
http://www.cve.saude.sp.gov.br ( Nessa página, estão disponíveis formulários específicos para Notificação Individual, Surtos ou Agregado de Casos, Eventos Ambientais, Doença ou Morte em Animais e Surtos de Infecção Hospitalar)

A notificação é obrigatória.

 

por Nutricionista Cristiani Sabbatini Postado em Notícias

Modalidades de atuação do Nutricionista – tipos de contrato de trabalho

  1. Contratos formais com vínculo empregatício regido pela CLT ;
  2. Contratos de prestação de serviço autônomo por tempo determinado (Contrato de experiência, Assessoria e/ou Consultoria);
  3. Contratos de prestação de serviço autônomo por prazo indeterminado (professores);
  4. Terceirização de serviços, onde o nutricionista figura como Pessoa Jurídica Individual (com firma estabelecida).
  5. Contratos Temporários através de concurso público;
  6. Contratos Efetivos através de concurso público.

Algumas definições:

Ser autônomo ou profissional liberal significa exercer sua atividade profissional habitualmente, mas sem subordinação (relação típica de empregados), não mantém vínculo empregatício com a empresa para qual presta o serviço, não está sujeito a um controle diário de sua jornada de trabalho, assim como não cumpre, necessariamente, uma quantidade exata de horas de trabalho. Não há pessoalidade, isto é, o autônomo pode ser prontamente substituído por outro na execução de seus serviços, o que é uma forte característica desse tipo de profissional.

Já Assessoria e Consultoria são modalidades de prestação de serviço com características específicas, como prazo pré-estabelecido e objeto da prestação do serviço pontual e definido contratualmente, abrangendo apenas parte das atribuições definidas para a área. Por esta razão o nutricionista assessor ou consultor não deverá ser o Responsável Técnico (RT) da empresa/instituição. Neste caso o RT pode ser o dono da empresa na qual o nutricionista está prestando o serviço, desde que seja qualificado.
Curiosidades:
  • Sempre que houver pessoalidade, habitualidade e subordinação caracteriza vínculo empregatício.
  • Sempre que trabalhar como autônomo deverá emitir RPA (recibo de pagamento de autônomo) para pagamento dos honorários referentes à prestação de serviços e recolher INSS.
  • O nutricionista não pode se tornar um Empreendedor Individual (EI) pois possui profissão regulamentada e por isso não se enquadra como EI.
  • Para ser responsável técnico de uma empresa deve existir vínculo empregatício.
  • Na assessoria/consultoria, o nutricionista pode atuar junto a várias empresas ao mesmo tempo, desde que atenda à demanda.
  • O nutricionista é considerado profissional liberal desde 1968.
Mais informações consulte o Sindicato dos nutricionistas.
por Nutricionista Cristiani Sabbatini Postado em Notícias

Como deve ser o consultório de nutrição

           O nutricionista pode tirar suas dúvidas em relação ao atendimento em consultório de nutrição através do parecer formalizado pelo CRN.
O documento fornece informações de como proceder, desde a instalação do consultório, procedimentos junto aos órgãos oficiais como a vigilância municipal, CNES e até como autônomo. Também explica sobre o atendimento presencial com registro em prontuários, diagnóstico nutricional, orientação nutricional e finalização da consulta.

 Em relação à anuidade, na área de Nutrição Clínica, conforme Resolução CFN 378/2005, os consultórios (com firma estabelecida) ou clinicas de nutrição devem manter registro no CRN (com ônus de anuidade), enquanto Pessoa Jurídica, independentemente da inscrição dos profissionais de seu quadro técnico. Por outro lado, a mesma Resolução prevê que as clínicas multiprofissionais precisam apenas cadastrar-se no CRN (sem ônus de anuidade). O atendimento em consultório, feito por nutricionista atuando como profissional liberal, sem firma estabelecida, não implica em pagamento de outra anuidade além daquela especifica para Pessoa Física.

Clique na imagem para a leitura na íntegra do Parecer CRN-3 referente à consulta de nutrição ou copie o link abaixo e cole no seu navegador.

Boa leitura.

http://www.crn3.org.br/legislacao/doc_pareceres/parecer_consultorio_nutricao.pdf

Nova edição da revista do CRN-3

A terceira edição da revista do CRN-3 já está disponível na íntegra para sua leitura. Com o tema “Alimentação fora do lar”, traz matérias sobre ações de campanhas em relação a alimentação fora do lar, além de assuntos como a carreira do nutricionista em hotelaria, entre outros e o que as redes sociais podem fazer pela nutrição.

Muito interessante.

Boa leitura.

Clique na imagem para direcionar ao site.

Diabéticos tem direito a 18 sessões com nutricionistas

EM VIGOR DESDE 1º DE JANEIRO, NOVAS REGRAS PARA OS PLANOS PRIVADOS DE SAÚDE DÃO AOS DIABÉTICOS DIREITO A 18 SESSÕES DE NUTRICIONISTA POR ANO DE CONTRATO

A Resolução Normativa nº 262, entre outras coisas, alterou itens obrigatórios ampliando e atualizando o Rol de Procedimentos e Eventos em Saúde – listagem daqueles com cobertura mínima dos planos contratados a partir de 1º de janeiro de 1999. Foram incluídos 69 itens, modificados ou cujas diretrizes de utilização (DUT’S) tiveram regulamentação. Entre as novidades, pacientes com diagnóstico de diabetes mellitus – em uso de insulina ou no primeiro ano de diagnóstico – terão direito a 18 sessões de nutricionista por ano de contrato. A íntegra do artigo 66, que especifica as DUT’S nos casos previstos pela ANS, é a seguinte:

Consulta com nutricionista: adequação da diretriz de utilização (DUT) para:

  • Crianças com até 10 anos em risco nutricional (< percentil 10 ou > percentil 97 do peso / altura);
  • Jovens entre 10 e 20 anos em risco nutricional (< percentil 5 ou > percentil 85 do peso/ altura);
  • Idosos (maiores de 60 anos) em risco nutricional ( índice de massa IMC <22 kg/ m);
  • Pacientes com diagnóstico de insuficiência renal crônica.

====> Cobertura obrigatória de no mínimo 18 sessões por ano de contrato para pacientes com diagnóstico de diabetes mellitus em uso de insulina ou no primeiro ano de diagnóstico.

Consulte a nova listagem de coberturas obrigatórias que entraram em vigor clicando no link da ANS.

ANS - Agência Nacional de Saúde Suplementar | A agência reguladora de planos de saúde do Brasil

por Nutricionista Cristiani Sabbatini Postado em Notícias

Políticas Nacionais ligadas à área da Saúde e da Nutrição

O CRN-3 informa que o Ministério da Saúde divulgou, recentemente,  uma série medidas sobre Políticas Nacionais ligadas à área da Saúde e da Nutrição, que subsidiam a atuação dos profissionais de nutrição:

 

Plano de Ações Estratégicas para o Enfrentamento das Doenças Crônicas Não Transmissíveis (DCNT) no Brasil – estabelece as ações para o período de 2011 a 2022 e tem como objetivo preparar o Brasil para enfrentar e deter, nos próximos dez anos, as doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Para ver o Plano na íntegra, acesse aqui;

Política Nacional de Alimentação e Nutrição (PNAN) – A nova versão da PNAN demonstra coerência com as necessidades de saúde da população brasileira, derivadas de modificações no quadro epidemiológico e socioeconômico, com as novas direções de gestão e atenção à saúde adotadas no Sistema Único de Saúde (SUS) e com as responsabilidades do setor saúde junto ao Sistema Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (SISAN). Para ler na íntegra, acesse aqui;

Política Nacional de Atenção Básica (PNAB) – A Política Nacional de Atenção Básica tem na Saúde da Família sua estratégia prioritária para expansão e consolidação da atenção básica. Para ler o texto na íntegra, acesse aqui.

por Nutricionista Cristiani Sabbatini Postado em Notícias

Nova pirâmide alimentar americana agora é um prato colorido.

Denominado MyPlate alimentação pelos americanos, este novo modelo tem o objetivo de educar a população sobre os princípios da alimentação saudável.

O prato ilustra cinco alimentos que devem fazer parte de uma refeição, dividido nas seguintes seções: frutas, verduras, grãos, proteínas e um círculo menor, ao lado do prato, representando os laticínios.

O motivo da substituição é incentivar mais claramente o maior consumo de frutas e vegetais nas refeições, o que não era possível no modelo da pirâmide alimentar. Além disso, este novo modelo irá alertar os consumidores em relação ao tamanho das porções, maior ingestão de água e menor de refrigerantes e bebidas açucaradas. No entanto, trata-se de uma ferramenta para facilitar a compreensão do público em relação aos hábitos alimentares saudáveis, não excluindo a orientação nutricional individualizada, que deve ser realizada por profissional especializado.

Este é o ícone para MyPlate que substituiu MyPyramid em junho de 2011.  O ícone MyPlate novo é composto de uma chapa dividida em quatro seções: frutas, legumes, grãos e proteínas.  A seção de laticínios está fora do prato para o lado.  O gráfico MyPlate está posicionado em uma toalha com o ChooseMyPlate.gov website escrito embaixo.  Os 5 seções de MyPlate são clicáveis ​​e vá para subpáginas grupo alimentar.

Mais informações no site http://www.choosemyplate.gov/

por Nutricionista Cristiani Sabbatini Postado em Notícias