A importância dos pigmentos naturais

cor_alimento      Os alimentos possuem diversos nutrientes (proteínas, carboidratos, gorduras, vitaminas e sais minerais), mas estes nutrientes não possuem cor.  No entanto, todos os alimentos que conhecemos tem sua cor característica. Quem dá a cor aos alimentos são os pigmentos naturais que, apesar de não terem propriedades nutritivas, são grandes aliados no combate e na prevenção de doenças.

 verdesOs alimentos verdes como pimentão, verduras em geral e ervas como manjericão, menta e salsa são ricos em clorofila e vitamina A. Diferenças de cor se dá pela presença de outros pigmentos associados.  Com a maturação das frutas ocorre a degradação da clorofila e por isso mudam de cor. A clorofila é rica em minerais (magnésio, ferro, cobre e potássio). É apontada como desintoxicante do sangue e poder antioxidante ajudando no processo de emagrecimento.

brancoA cor branca é resultante da flavina, que indica alimentos ricos em minerais. Os alimentos Brancos (couve-flor, batata, mandioca, banana, arroz, feijão branco, gergelim, etc) possuem muito cálcio, vital na formação de ossos e dentes e para manter os batimentos cardíacos regulares. Estes alimentos também são fonte de potássio e fósforo, fundamental para o sistema nervoso e para os músculos.

vermelhos

Os alimentos Vermelhos são fonte de licopeno, pigmento com ação antioxidante, fundamental para a próstata.. Por isso nunca se deve esquecer de colorir o prato com tomate, pimentão vermelho ou morango, melancia, caqui, framboesa e cerejas.

laranja

O caroteno é o responsável pela cor dos alimentos Amarelo-alaranjados (mamão, cenoura, manga, abacaxi, damasco). Esse pigmento é um potente antioxidante e também nos oferecem vitamina B3, que mantém o sistema nervoso saudável, e ácido clorogênico, que ajuda a prevenir alguns tipos de câncer, como o de mama. Também possuem vitamina C, antioxidante que oferece proteção contra doenças, melhora nossa memória e diminui os efeitos negativos do estresse. Também possui vitamina A.

marronOs alimentos Marrons, ou seja, as nozes, aveia, castanhas e cereais integrais são fonte de fibras que melhoram o funcionamento do intestino, de vitaminas do complexo B que combatem a ansiedade e a depressão, e de vitamina E, que previne o câncer e as doenças cardiovasculares.

roxos As antocianinas dão o tom azulado e arroxeado nos alimentos, como uva, ameixa, figo, beterraba, a fruta blueberry e repolho-roxo são ricos em ferro (que combate a anemia) e ácido elágico, nutriente neutraliza as substâncias cancerígenas. Este pigmento estimula a circulação sanguínea, potente antioxidante atuando contra os radicais livres do envelhecimento e mostra excelentes efeitos positivos contra o diabetes.

           Deu para perceber que os alimentos da mesma cor, geralmente, são fonte das mesmas vitaminas ou minerais. Assim, o ideal é comer pequenas porções de alimentos de várias cores diferentes. Coloque nas saladas vários legumes misturados com folhas verdes. Nas sopas, tente fazer o mesmo e não se esqueça dos cereais integrais. Principalmente no almoço e no jantar o nosso prato deve ser bem colorido. E, para fechar com chave de ouro, uma salada de frutas bem colorida de sobremesa.

    Além de agradar os olhos, abrir o apetite, atrair as crianças e idosos, um prato bem colorido pode nos oferecer uma alimentação muito saudável e equilibrada.

 Lembre-se: cozinhar os alimentos no vapor preserva melhor os pigmentos.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s